Você sabe investir seu dinheiro?

Neste artigo, estão os primeiros passos que você pode dar hoje mesmo

Para muitas mulheres, a ideia de investir seu dinheiro é distante e complexa demais para ao menos pensar no assunto.

Taxas de juros, rendimentos e ações são termos complicados demais e podem levar a mulher a “ficar tranquila” e guardar tudo na poupança. Mas, é realmente melhor deixar de lado uma possibilidade de organizar melhor a renda?

Em um país com inflação e taxas de juros tão altas, o maior erro que se pode cometer é não investir o seu dinheiro, explica Carolina Sandler, fundadora do site Finanças Femininas e coautora do livro Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos.

A diferença entre um CDB (certificado de depósito bancário) e um fundo de renda fixa são marginais quando comparadas com a alternativa de deixar o dinheiro parado na conta.

Para Carolina Sandler, ler sobre CDB e fundo de renda fixa pode provocar insegurança em quem não entende nada sobre o assunto. Esse medo está relacionado à falta de confiança das mulheres nessa área. É uma questão histórica que vem da época em que as mulheres não estavam inseridas no mercado de trabalho e deixavam seus maridos encarregados dos pagamentos.

No entanto, as mulheres vêm aumentando sua participação no que diz respeito a investimentos. Isso devido à conquista de maior independência financeira, cargos com poder de decisão e maior participação na renda familiar.

Esse número tem tudo para ser cada vez mais representativo. Para isso acontecer, é necessário deixar de lado essa herança que influencia as mulheres a não estimarem muito o assunto.

Quer começar? Nathalia Arcury é uma forte recomendação para quem não entende absolutamente nada de finanças e pretende organizar a sua bagunça financeira. Você pode encontrar inúmeras dicas em seu livro “Me Poupe” ou em seu canal no Youtube.

Mulher, a sua independência financeira também depende da sua capacidade de investir. Mãos à obra!

Deixe seu comentário